E SE O CÃO PEGASSE O CARRO?



Por Pr. Marcus Siqueira


Quem nunca passou de carro por uma estreita rua erma onde curiosamente um pequeno cãozinho aguardava com paciência a passagem de um automóvel qualquer que pudesse perseguir?

Quando era criança, me divertia o fato destes corajosos caninos correrem insistentemente na captura de um imenso carango até se cansarem e sucumbirem à desistência. Contudo, quantas fossem as vezes que passasse um carro ou moto em frente a esses implicantes cãezinhos, tantas seriam as perseguições daquele dia.

Outro dia, mesmo depois de tantos anos, passei por uma rua qualquer e outro cachorrinho pertencente ao Clube dos Paranóicos Perseguidores de Automóveis seguiu meu carro. E, adivinhe: ele não conseguiu pegá-lo.

Nunca soube de um caso em que algum desses cachorros tenha conseguido alcançar seu objetivo. Já experimentou parar o carro durante alguma destas perseguições? Sabe qual é a reação de um canino nesta situação? Se o carro pára, o cão, imediatamente pára de latir e dá meia volta. Como se dissesse: "Seu sem graça! Não sabe brincar."

Muitos de nós gastamos os nossos dias como estes cãezinhos... Corremos insistentemente atrás de sonhos grandiosos que muitas vezes não são para nós, carros de outras pessoas, máquinas que nem sabemos como guiar, com bancos e design que não foram feitos para nós.

Na realidade, quase sempre é mais fácil correr atrás de um sonho inatingível do que trabalhar por um objetivo palpável. Ter alvos distantes nos isenta do trabalho.

O que você faria se pegasse o carro, ou melhor, o sonho que você tanto persegue?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...